Agricultura de Precisão: uma revolução que ainda agora está a começar

 Em Notícias

Cada vez mais, os agricultores portugueses têm adotado ferramentas tecnológicas que lhes permitem otimizar os seus processos e reduzir os custos de produção. Tecnologias como sondas ou sensores são cada vez mais uma realidade nas explorações agrícolas em Portugal e no mundo.

A agricultura de precisão “é a aplicação diferenciada e racional dos recursos (água, fertilizantes…) pelo agricultor, através do conhecimento.” É esta diferenciação que faz com que cada secção, (ou até mesmo cada planta!), seja tratada de forma personalizada, otimizando os recursos aplicados e aumentando a produtividade.

Através do mapeamento de condutividade elétrica do solo, é efetuado um estudo em que é avaliado o estado do solo, permitindo identificar as zonas em vários parâmetros, como a salinidade, os níveis de retenção de água, etc. Com esta informação, é possível definir de forma mais eficiente os setores de rega, as variedades a plantar, entre outros fatores específicos a cada cultura.

Conheça melhor a tecnologia de agricultura de precisão através do episódio “Terra Emergente”, da SIC Notícias, os processos utilizados pela TERRAPRO, empresa de referência na área da Agricultura de Precisão, que vão desde o mapeamento da condutividade elétrica à aplicação de sondas no solo, numa exploração de tomate com cerca de 300 hectares ou o testemunho de José Palha, produtor de milho e ervilha.

Atualmente, já existem serviços e tecnologias de precisão a preços acessíveis, que dão um importante contributo aos agricultores durante a preparação e a execução das campanhas agrícolas mas, segundo João Noéme, Diretor da TERRAPRO, esta é “uma revolução que ainda agora está a começar.”

Clique na imagem para seguir para o vídeo.

Deixe o seu comentário

Comece a escrever e pressione "Enter" para mostrar os resultados