Fungicida ORTIVA TOP autorizado em olival e arroz

 Em Notícias

O fungicida ORTIVA TOP da Syngenta obtém extensão de autorização para uso no controlo do olho de pavão em olival (azeitona de mesa e produção de azeite), da piriculariose e da helmintosporiose na cultura do arroz.

A extensão de autorização do ORTIVA TOP, concedida pela Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGVA), em final de Julho, abrange ainda o uso deste fungicida para controlo do oídio em framboesa (ar livre e estufa), controlo da alternaria em couves de folhas e couve-flor e para controlo da septoriose em salsa (ar livre).

O ORTIVA TOP é um fungicida sistémico, constituído por duas substâncias ativas: a azoxistrobina (Qol) e o difenoconazol (DMI). A azoxistrobina inibe a respiração mitocondrial dos fungos e possui atividade essencialmente preventiva, anti- esporulante e alguma atividade curativa. O difenoconazol é o inibidor da biossíntese dos esteróis na demetilação, com atividade preventiva e curativa.

ORTIVA TOP

Deixe o seu comentário

Comece a escrever e pressione "Enter" para mostrar os resultados

A agricultura portuguesa foi assim em 2017PDR 2020: mais 20 M€ para transformação e comercialização de produtos agrícolas