Gestão da rega: investir para otimizar

 Em Artigos Técnicos & Comerciais, Cereais, Horticultura

Minimizar os custos de produção, melhorar a produtividade, diferenciar pela qualidade e reduzir os impactos ambientais negativos nomeadamente, na água e solos, são os principais objectivos de uma agricultura moderna e sustentável. Uma das formas mais eficazes de conseguir ultrapassar estes desafios é através da utilização racional da água, respondendo a três questões essenciais: Quando Regar? Quanto Regar? E quão eficaz foi a rega efetuada?

Os serviços de GESTÃO DE REGA poderão ser o fator diferenciador que permitirão uma maior sustentabilidade na atividade agrícola, no entanto, é essencial que estes serviços sejam assentes em três pilares; (1) o conhecimento e experiencia do agricultor; (2) a implementação de novas tecnologias; (3) e um aconselhamento técnico especializado e personalizado. Conhecendo o histórico das explorações, suas características e monitorizando em permanência variáveis como o teor de humidade do solo, as dotações aplicadas e os dados climáticos é possível garantir uma gestão da rega eficiente e sustentável.

Principais Vantagens

– Aumento da produtividade, quer em quantidade (com aumento direto das ton/ha ou diminuição de custos/ha) quer em qualidade (por exemplo, influência direta no brix de culturas como o tomate para indústria, uvas, melão, etc.);
– Aumento da eficiência da rega, que pode atingir os 30% (através de: deteção de falhas no sistema de rega, diminuição dos consumos de água, distribuição no tempo e no espaço mais adequada da quantidade de água aplicada);
– Diminuição de prejuízos ambientais provocados pela contaminação de lençóis de água subterrânea, perdas de nutrientes e de energia (através da distribuição adequada das dotações, fazendo com que a água aplicada não ultrapasse a zona explorada pelas raízes);
– Aumento na eficiência de utilização de alguns fatores de produção, nomeadamente, fertilizantes (evitando carências de nutrientes pouco móveis, entre outros) e fitofármacos;
– Aumento de competitividade e de sustentabilidade comprovado por todos os aspetos referidos.

TERRAPRO: gestão da rega

Embora a agricultura de precisão esteja associada à ideia de que a tecnologia dispensará a presença de técnicos, a TERRAPRO aposta num conceito de serviço totalmente oposto, onde as tecnologias de precisão funcionam como ferramentas complementares ao apoio técnico dado pelos profissionais, que se pretende de grande proximidade com os agricultores.

Sem necessidade de aquisição de sondas, nem preocupações técnicas com manutenção, o produtor tem acesso a acompanhamento técnico em contínuo, visitas ao campo semanais, e relatórios semanais com previsões meteorológicas, observações relevantes, gráfico com o teor de humidade do solo, para a zona explorada pelas raízes, e os limites máximos e mínimos recomendáveis, teores de humidade em cada sensor (10 cm, 20cm, etc.), gráfico com as dotações aplicadas e recomendações de rega para os 8 dias seguintes, entre outras informações.

As sondas de monitorização do teor de humidade do solo utilizam sensores capacitivos em que cada sistema possui vários sensores que recolhem informação de 10 em 10 cm, até a um máximo de 100cm de profundidade. O número e profundidade dos sensores, varia mediante as características das parcelas a monitorizar (cultura, sistema de rega, solos, etc.) e dependendo do tipo de sistema de rega (gota-a-gota ou aspersão) estão associados a um contador volumétrico ou pluviómetro, para controlo de dotações efetivamente aplicadas. Os dados climáticos são recolhidos em permanência pelas estações meteorológicas e permitem obter a Evapotranspiração de Referencia (ETo).
Na instalação, são definidos parâmetros, relacionados com o solo, planta, sistema de rega entre outros, que nos permitirão aferir o “tamanho” da nossa reserva e em que ponto o nosso teor de humidade se encontra, no fundo e como vulgarmente se diz, qual o tamanho do nosso copo e se esta cheio ou não (grafico abaixo).

Para além do acesso permanente online-uSENS, que lhe permite consultar e acompanhar, autonomamente e em tempo real todos os dados, o agricultor pode contactar diretamente o técnico especialista responsável e em conjunto discutir as melhores estratégias de gestão da rega (não só a quantidade de água a aplicar como a distribuição das regas que tem sempre em conta os sistemas de rega e a quantidade de água disponível).

grega_mar2017

Historicamente, os equipamentos e serviços de acompanhamento de rega da TERRAPRO mostram um aumento na eficiência de rega de cerca de 30%, refletindo-se na aplicação de fitofármacos e nas contas totais da cultura.

Os serviços de Gestão da Rega da TERRAPRO, correspondem muitas vezes, a menos de 2% da conta de cultura, representando um investimento relativamente baixo, que potencia significativamente a rentabilidade da produção.

Por: TERRAPRO TECHNOLOGIES, TECNOLOGIA E SERVIÇOS PARA AGRICULTURA

www.terra-pro.net | terrapro@terra-pro.net | +351 263 655 115

Deixe o seu comentário

Comece a escrever e pressione "Enter" para mostrar os resultados

Melhorar a fertilidade do solo e desenvolvimento da planta com Biocel