ZEOCEL: o futuro da agricultura é agora

 Em Entrevistas

A ZEOCEL é uma empresa portuguesa que desenvolve soluções para a agricultura e pecuária com um mineral inovador: zeólitas. Se ainda não ouviu falar neste mineral, vai seguramente conhecê-lo num futuro próximo.

Fundada em 2009, a ZEOCEL Portugal é uma empresa nacional que se dedica ao desenvolvimento técnico de produtos compostos por zeólitas naturais, e respetiva produção e comercialização. Adivinha-se que os produtos gerados por este mineral se venham a disseminar em força nas próximas décadas. Atualmente, existem já vários produtos a nível mundial disponíveis para o setor agrícola e pecuário, melhorando as terras cultiváveis e a ação dos fertilizantes químicos e biológicos, como componente de substrato ou aditivo para a alimentação animal.

É utilizado também na descontaminação de substâncias tóxicas agressivas, purificação da água de consumo ou efluentes, e mais recentemente, na medicina humana.

A Zeocel Portugal possui quatro áreas de negócio: Agricultura, Produção Animal, Tratamento de Água, Indústria. Atualmente, é a agricultura que representa a maior fatia do volume de faturação da empresa, pelos resultados que os produtos têm alcançado junto dos clientes e pelos estudos independentes que têm sido realizados sobre o impacto deste mineral em diversas culturas como o milho, o arroz ou o olival.

Para Filipe Ferreira, CEO da Zeocel, o sucesso deve-se à qualidade dos produtos mas também ao seu principal compromisso da empresa: o desenvolvimento de soluções eficientes sempre com um foco na sustentabilidade e no estabelecimento de uma harmonia com a Natureza.

O que são zeólitas naturais? Que vantagens trazem para o setor agrícola e pecuário?

Zeolitas são aluminossilicatos cristalinos hidratados de metais alcalinos e alcalinos terrosos que possuem uma estrutura cristalina tridimensional infinita.
Estes minerais são caracterizados pela capacidade de perder e ganhar água reversivelmente e de trocar alguns dos seus elementos constituintes, sem mudanças significativas na sua estrutura.

As zeólitas foram descobertas em 1756 por Freiherr Axel Frederick Cronstedt, um mineralogista sueco, que nomeou o mineral a partir das palavras gregas zéo (ferver) e líthos (pedra) que significa “pedras que fervem”, uma alusão à sua peculiar característica de borbulhar quando imerso em água.
Desde então, aproximadamente 50 espécies de zeólitas naturais foram reconhecidas e mais de 100 espécies foram sintetizadas em laboratório.

No final dos anos 50, foi quando o Mundo tomou conhecimento de que as zeólitas eram constituídas de muitos tufos vulcânicos que formam depósitos em antigos lagos salinos do oeste norte-americano ou em espessos depósitos de tufos marinhos na Itália e Japão. Posteriormente, mais de 2000 ocorrências distintas de zeólitas naturais foram reconhecidas em mais de 40 países.

A alta pureza e a proximidade com a superfície dos depósitos sedimentares provocam um intenso interesse comercial. Muitas aplicações industriais foram desenvolvidas baseadas na gama de propriedades físico-químicas que a zeólita natural proporciona.

Os diversos usos das zeólitas naturais derivam do seu potencial como um intercambiador de iões, do seu alto poder de adsorção reversível, e da sua característica como peneira molecular natural, permitindo a sua utilização na descontaminação de substâncias tóxicas agressivas. Também é capaz de trocar metais pesados, nitrogénio amoniacal, adsorver ferro e manganês e assim purificar a água de consumo ou efluentes para que sejam devidamente libertados nos corpos recetores. As zeólitas naturais também têm um papel importante na agricultura, para melhorar as terras cultiváveis, potencializando fertilizantes químicos e orgânicos, ou como um componente de substratos para o desenvolvimento de diferentes culturas.

Na indústria pecuária, é utilizado como aditivo alimentar para diferentes espécies e no tratamento das instalações produtivas principalmente no combate de odores e vetores de contaminação. Não tão menos importante, as suas aplicações nas indústrias de detergentes em pó, asfaltos, cimentos e também na medicina humana, têm intensificado o interesse no desenvolvimento de produtos e tecnologias à base de zeólitas.
Tem sido cada vez mais intenso o trabalho técnico voltado para o desenvolvimento de produtos, tentando dar uma natureza tecnológica a este mineral natural tão promissor e em paralelo atender às reais oportunidades de negócios que tendem a surgir num futuro ainda mais focado na sustentabilidade e tecnologias que estejam em harmonia com a natureza.

A ZEOCEL é a única empresa em Portugal que se dedica ao desenvolvimento de produtos compostos por zeólitas naturais. Porquê? Poderão no futuro aparecer mais empresas a comercializar produtos baseados neste mineral?

A ZEOCEL Portugal é uma empresa nacional fundada em 2009 que se dedica ao desenvolvimento técnico de produtos compostos por zeólitas naturais, e respetiva produção e comercialização. Os nossos padrões de qualidade, resultados práticos e alta capacidade de atendimento comercial a nível global, fazem-nos ser reconhecidos como uma das mais importantes empresas de zeólitas naturais no mercado mundial.

Dentro desta linha de atuação, a Zeocel possui quatro áreas de negócios principais, que são a Agricultura, Produção Animal, Tratamento de Água e Indústria.

Investir para a ZEOCEL Portugal é desenvolver soluções e oferecer recursos que otimizem resultados, mas sem esquecer o nosso maior compromisso: TUDO EM PERFEITA HARMONIA COM A NATUREZA.

Somos efetivamente pioneiros em Portugal, e mesmo no Mundo não existem muitas empresas a atuar em todo o processo como nós, desde a investigação e desenvolvimento de produtos, até à transformação e comercialização. Isto poderá dever-se a muitos fatores, mas penso que os mais relevantes se prendem com a elevada especificidade, pouco desenvolvimento técnico e conhecimento global, dificuldade em abrir mercados, bloqueio ou inércia provocada pelos grandes interessados na venda de produtos menos sustentáveis, etc…

Claro que, no futuro, poderão aparecer mais empresas interessadas neste negócio e em trabalhar este tipo de produtos, seria bastante positivo para o mercado e para o meio ambiente, todos ficaríamos a ganhar com isto…, porém, existe um largo caminho a percorrer e requer dedicação e investimento. A Zeocel, juntamente com o ZEOGROUP, tenta exatamente captar novos parceiros investidores internacionais para que não partam do zero e iniciem este processo em conjunto connosco, partindo de onde estamos atualmente.

produtos_zeocel

Amostras dos Produtos Zeocel e o mineral zeólita, base da constituição dos produtos da empresa.

Instalações da ZEOCEL em Águeda.

Sendo este um produto emergente, a cooperação e investigação são cruciais para o aumento da eficiência dos produtos? Qual o papel da ZEOCEL Portugal neste grupo de investigação – Brasil, Cuba, Portugal?

A decisão estratégica do Zeogroup efetuar parceria com o primeiro Centro de Referência Latino Americano de Zeolita em São Paulo, no Brasil, visa desenvolver tecnologias e divulgar as principais aplicações do mineral, através da capacitação profissional, e demonstrando de forma prática as suas utilizações, objetivando o crescimento técnico comercial à escala mundial, onde desenvolver os recursos para otimização de resultados é a meta a ser alcançada, tudo em perfeita harmonia com a natureza!

Uma importante personalidade dos estudos geológicos de Cuba, Jorge Felbes, esteve na antiga Checoslováquia e URSS para aprofundar os seus estudos e obter a máxima qualificação em Ciências Geológicas, vindo a tornar-se uma referência internacional para o desenvolvimento de tecnologias associadas ao mineral natural Zeolita.
Foi autor do primeiro projeto de prospeção geológica e investigação para reservas de Zeolitas em Cuba (Tasajeras-Piojillo) e coordenou os projetos de prospeção geológica das reservas de Zeolitas em Carolina, La Conductora, Seibabo, LA Pulga y Chucho Rojas, Banao-Guasimal e Siguaney, além de auxiliar metodologicamente as demais investigações a respeito deste tema que se realizaram em Cuba.

Desenvolveu importantes descobertas sobre a composição iónica, nas reservas de Zeolitas, e realizou diversos estudos sobre as características lito-tecnológicas e aplicabilidade do mineral.
Representou Cuba em diversos eventos internacionais sobre Zeolitas naturais e, atualmente, os seus trabalhos são referências no desenvolvimento técnico e mercadológico para este mineral.

Filipe Ferreira, Diretor Executivo, e João Ferreira, Diretor Geral.

A decisão estratégica da Zeocel Portugal passou por criar o Centro Europeu de Zeolitas Naturais, em Águeda – Portugal, em parceria com o primeiro Centro de Referência Latino Americano de Zeolita em São Paulo, Brasil, visando desenvolver tecnologias e divulgar as principais aplicações do mineral, através da capacitação profissional, e demonstrar de forma prática as suas utilizações, objetivando o crescimento técnico comercial para toda a Europa e África, onde desenvolver os recursos para otimização de resultados é a meta a ser alcançada, tudo em perfeita harmonia com a natureza!

Os Centros de Referência, além de reunirem o mais completo acervo técnico sobre o mineral aluminossilicato zeolita clinoptilolita, conta com laboratórios experimentais, coordenados por técnicos de diversas áreas, que realizam testes e demonstrações das várias aplicações do mineral:

  • Agricultura
  • Tratamento de Água
  • Produção Animal
  • Indústria

Não obstante, apoiamos permanentemente trabalhos de Universidades nacionais, instituições públicas e privadas, no sentido de aprendermos mais acerca deste multifacetado mineral, além de provarmos a eficiência dos nossos produtos.

—————————————————

“A ZEOCEL exporta 70% da produção total.”

—————————————————

Quais as principais culturas/fileiras do setor agropecuário onde a ZEOCEL marca maior presença? Quais os produtos mais vendidos atualmente?

No setor Agricola, estamos presentes e temos soluções para todos os cultivos, sendo que não conseguimos destacar nenhuma em particular, pois são também proporcionais às áreas instaladas. No setor pecuário, marcamos maior presença no fornecimento de aditivos para nutrição animal (CELPEC) e de um secante para suínos (CELSEC).

Neste momento em Portugal os produtos mais vendidos são da área de negócio agricultura, embora noutros países não seja necessariamente assim.

A ZEOCEL possui já diversos relatórios e estudos que comprovam o aumento da produtividade, crescimento vegetativo, etc., em várias culturas (ex: olival, arroz, milho). Porém, o facto de ser um produto emergente condiciona a aceitação por parte dos agricultores? Qual a estratégia da ZEOCEL para a penetração no mercado?

Existem vários estudos realizados não só por nós mas maioritariamente por entidades públicas e privadas, universidades, institutos, etc. Mais importante ainda, existem inúmeros clientes que fizeram os seus próprios ensaios e comprovaram a eficiência dos nossos produtos, informação esta que tem muita importância para a divulgação dos nossos produtos. Outra questão é que os clientes cada vez são mais informados e conscientes, existe de facto uma preocupação além de económica ambiental também, aliado à procura crescente do consumidor final de produtos de qualidade e sustentáveis, fazem deste o melhor caminho a percorrer para penetração no mercado.

A ZEOCEL Portugal já tem uma forte componente de exportação. Qual a representatividade das vendas para o mercado externo?

A Zeocel exporta cerca de 70% da sua produção. No entanto, prevemos que tal acabe por influenciar o mercado interno e esperamos aumentar a quota do mercado nacional.

O que diferencia os produtos da ZEOCEL das restantes soluções existentes no mercado?

A Zeocel apresenta de uma forma geral um conjunto de pontos fortes que fazem a diferença, nomeadamanete a troca internacional de informações técnicas – BRASIL, CUBA e PORTUGAL, a participação ativa no INZA (International Natural Zeolite Association) e IZA (International Zeolite Association), o carácter inovador dos produtos e processos, a qualidade dos processos e procedimentos, o controle de todas as fases desde a investigação, passando pelo fabrico, e terminando na comercialização, a inexistência de concorrência direta e o desenvolvimento de produtos ecológicos, de modo a garantir a sustentabilidade do meio ambiente.

Qual a visão da ZEOCEL para o médio e longo prazo?

Como objetivos a médio e longo prazo, ambicionamos ser uma referência para a comercialização, produção e desenvolvimento tecnológico do mineral ZEOLITE à escala mundial, sendo reconhecidos como um dos mais importantes players, desenvolver produtos com alto valor acrescentado, com um único objetivo: “proteger o meio ambiente“, obter um conhecimento técnico consistente para toda a equipa de trabalho, e que isso seja uma importante força estratégica, desenvolver clientes fortes e com penetração nos mercados Europeu e Africano para que a divulgação seja viral e possa alcançar o mercado na sua plenitude, garantir a sustentabilidade dos nossos produtos bem como dos recursos utilizados.

Como vê a evolução da agricultura em Portugal? Quais são na sua opinião as culturas de “futuro” no nosso mercado?

Penso que a agricultura é o setor que mais apresenta evolução e inovação constante, sendo que, de uma forma resumida, as culturas de «futuro» são, na nossa opinião, todas as que forem sustentáveis, bem geridas, utilizando metodologias de precisão aliadas ao conhecimento crescente e inovação… de resto, em Portugal, temos tudo para nos destacarmos nestas áreas.

A mostrar 2 comentários
  • Fernando Marques

    Bom dia,

    Tem algum produto para galinhas poedeiras em sistemas alternativos?

    Cumprimentos,

  • Marketing Agrícola

    Caro Fernando Marques,

    Deverá contactar a ZEOCEL colocando a sua questão e se procura um produto para as camas ou para aditivo alimentar. Os contactos são info@zeocel.pt | 234 092 100.

    Obrigado,

    Marketing Agrícola.

Deixe o seu comentário

Comece a escrever e pressione "Enter" para mostrar os resultados