Agricultura portuguesa tem de apostar na digitalização defende António Câmara

 In Notícias

O caminho dos campos portugueses tem de passar pela digitalização, num processo de ‘Farm to Fork’, ou seja, do prado diretamente para o prato, apontou o professor catedrático da Universidade Nova de Lisboa, António Câmara, na conferência “Conhecimento e inovação na década da transição digital. “

“Na agricultura temos desenvolvimentos científicos e tecnológicos”, afirmou António Câmara na sua apresentação da conferência, sustentando que a agricultura tem de aprender a dar a mão à tecnologia.

Para o professor catedrático, é importante ter uma “visão de fronteira” com a tecnologia e a agricultura, de forma a que estas se respeitem mutuamente, mas que procurem “resolver problemas atuais com soluções do futuro”. António Câmara salienta ainda que é preciso ter uma visão de procura de entreajuda, com três preocupações centrais: auxílio dos agricultores, respeitar a natureza e respeitarmo-nos e também respeitar a economia.

“O sector tecnológico português pode ajudar a agricultura na procura de uma fronteira única a nível global”, salienta o professor. O modelo de união entre processos utilizado em Portugal tem mostrado poucos resultados, com António Câmara a admitir que este processo não queria valor porque os atores envolvidos não se adaptam. “O modelo dos Estados Unidos e da China é diverso. Passamos de uma tecnologia antiga para uma tecnologia moderna, em que os atores também se alteram”, explicou, adiantando que a mudança tecnológica na agricultura portuguesa tem de permitir uma alteração também nos atores.

Relativamente ao desenvolvimento de um ecossistema, o professor português destacou a iniciativa Digital Innovation Hub, onde várias áreas se unem e convergem, sendo esta um ponto fulcral para ajudar a desenvolver a agricultura. “Há know-how em Portugal que tem estado a ser desviado para outras áreas, mas que pode dirigir-se para a agricultura”, apontou António Câmara.

Pode assistir à intervenção do professor António Câmara no site da Agroportal aqui.

O Ciclo «Conhecer para Decidir, Planear para Agir» integra quatro Conferências temáticas, realizadas semanalmente e transmitidas em directo pela plataforma multimédia JE-TV (www.jornaleconomico.pt). Só precisa de aceder à plataforma para assistir à sessão.

Partilhamos as próximas conferências:

31 de Março  «Competitividade Alimentar e Equilíbrio na Cadeia de Valor»

07 de Abril  «Integração Social, Renovação Geracional e Coesão Territorial»

14 de Abril «Pacto Ecológico Europeu, do Prado ao Prato»

 

A iniciativa é promovida pela Organização de Produtores Lusomorango, SA e pela Universidade Católica com o objectivo de criar uma visão estratégica no agroalimentar nacional.

 

Fontes:

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/antonio-camara-defende-que-agricultura-portuguesa-tem-de-apostar-na-digitalizacao-e-ter-contacto-direto-com-consumidores-717679

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/que-futuro-para-o-setor-agroalimentar-veja-o-debate-com-a-ministra-da-agricultura-maria-do-ceu-antunes-717097

https://www.cap.pt/noticias-cap/alimentacao-e-consumo/conferencias-conhecer-para-decidir-planear-para-agir-tem-inicio-a-24-de-marco-15h45

https://www.agroportal.pt/live-visao-estrategica-para-o-agroalimentar-conhecer-para-decidir-planear-para-agir-conhecimento-e-inovacao-na-decada-da-transicao-digital/

Recommended Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search