Design do Site: porque nem tudo é estética

 In Marketing & Comunicação

O design de um site não é apenas a mancha gráfica e a qualidade estética de uma plataforma: se só olha para o lado estético, comece a ver as coisas de outra forma.

O design do website compreende também a idealização, configuração e conceção de estratégias que possam desencadear no utilizador/cliente ações desejadas pela empresa, que o levem a realizar uma determinada ação.

Essa ação é definida à partida pela empresa, e pode ser alterada sempre que considere pertinente. Podem também ter várias ações pré-determinadas, cada uma com o seu lugar e o seu grau de importância: querer receber contactos de clientes por telefone, preenchimento de um formulário de contacto, subscrição de um serviço, encomendar uma amostra. Todos estes são objetivos legítimos e a cada um deverá ser atribuído o grau de importância correspondente à sua estratégia/negócio para, no final, chegar ao objetivo transversal a todos estes: vender.
Obviamente, o website tem que ser esteticamente apelativo mas, para além disso, ele deve corresponder a um conjunto de características que não façam o seu cliente “fugir dali para fora”.

“Atualmente, se uma empresa não existir na internet, simplesmente não existe”

E esta declaração é também verdade para a associação da capacidade da empresa – se uma empresa tiver um site confuso e pouco apelativo, as pessoas que não conhecem as instalações físicas nem as pessoas que a compõem, pensarão certamente que as instalações devem ser algo próximo a um barraco (!), o que poderá não corresponder, de todo, à verdade.
Assim, creio que poderá responder à seguinte questão para perceber melhor a importância do que aqui é referido: quantas pessoas já visitaram as instalações físicas da sua empresa e quantas já visitaram o site da sua empresa?

“Conduzir” o Utilizador

Depois de conseguirmos cativar o cliente/utilizador com um site apelativo e apresentarmos conteúdos/produtos que são do seu interesse, está na altura de o “convencermos” a fazer o que pretendemos. Este caminho é pela empresa, e pode ser alterado sempre que necessário.

Por exemplo, tem um produto em stock, cuja validade está próxima de expirar, e pretende promover o produto, efetuando uma promoção. Ora, neste caso, é obrigatório criar um destaque/banner na homepage sinalizando esta promoção, que deverá linkar para uma landing page, propositadamente colocada para o efeito, com informação mais aprofundada sobre o produto e a oportunidade que está a proporcionar. Nesta mesma página, não deverá dar muito mais opções ao utilizador do que aquelas necessárias à efetivação da compra – retire os menus, links para outros produtos, etc. – e deixe apenas o exclusivamente necessário à aquisição do produto – não distraia o seu cliente!

Browser, business, cms, computer, css, usability, design, designer, domain, ebusiness, engine, entwerfen, firma, forum, link, homepage, hosting, html, internet, it, kommunikation, open source, layout, media, network, online, optimierung, optimization, footer, Header, search, seo, software, suchmaschine, suchmaschinen, technologie, titel, web, webdesign, webhosting, webmaster, webseite, website, world, wide, web, wort, www, xhtml

Um outro exemplo é a angariação de contactos para a Newsletter. Já vimos aqui a importância desta ferramenta para a fidelização e para as vendas, pelo que apostar numa campanha para a angariação de contactos para a Newsletter pode trazer resultados muito positivos no curto prazo.

Assim, uma boa forma de conseguir aumentar a taxa de sucesso deste objetivo, será começar por colocar a caixa para inscrição na newsletter de forma estratégica. Existem vários aspetos que podem condicionar a melhor estratégia a adotar para este caso, mas a disponibilização da caixa na homepage é quase obrigatória, independentemente das condicionantes que possam existir.
Outra aplicação possível é a colocação do formulário de inscrição junto de um conteúdo técnico de interesse. Se a empresa comercializa plantas de framboesa, disponibilize informação sobre produção de framboesas, que irá atrair produtores e outros interessados nesta cultura. Junto a este artigo, encontra-se a oportunidade ideal para sugerir a inscrição na newsletter, de forma a proporcionar ao utilizador a possibilidade de poder vir a receber mais artigos sobre esta temática e, claro está, informação comercial sobre os produtos da empresa relacionados com este assunto.

Resumidamente, o design do site não é apenas a beleza, mas também a forma como pensamos e projetamos a interação com os utilizadores/clientes. Uma abordagem eficiente irá traduzir-se em maior credibilidade, envolvimento e retorno.

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search