Empresa israelita desenvolve drones para colheita de fruta

 Em Notícias

Uma empresa israelita desenvolveu uma tecnologia que permitirá que drones especiais efetuem a colheita de fruta em pomares.

A tecnologia envolve a combinação de plataformas de drone com algoritmos para que as máquinas consigam identificar e efetuar a colheita de fruta em pomares, colocando-as num recipiente no solo, oferecendo assim uma solução de colheita holística para os agricultores.

O primeiro protótipo da empresa é capaz de reconhecer diferentes tipos de frutas e até mesmo catalogá-las pelo seu calibre, cor e maturidade, conseguindo assim analisar os frutos e determinar a altura ótima de colheita. Atualmente, a tecnologia já é adequada para a colheita de laranjas e vários tipos de maçã, embora o objetivo da empresa passe por ampliar a utilização para outros frutos no futuro.

A visão da empresa é reduzir substancialmente o impacto de um dos problemas mais importantes que a agricultura enfrenta atualmente: a força de trabalho. Como a empresa explica no seu website, a mão de obra é uma das maiores despesas para os agricultores e, “num mundo onde a procura por produtos agrícolas frescos está a crescer e a disponibilidade de trabalhadores agrícolas está a diminuir, os agricultores estão à procura de soluções tecnológicas e económicas para a colheita”.

Os fundadores da Tevel acreditam que, uma vez que o produto esteja comercialmente disponível, terá um impacto enorme, quase imediatamente, no mercado agrícola.

A equipa da Tevel inclui especialistas na área da inteligência artificial, algoritmos e software.
A empresa acrescenta ainda que a sua visão é criar um modelo de serviço único que “liberte os agricultores da necessidade de contratar trabalhadores sazonais a cada período de colheita”. Os drones da Tevel serão operados por uma empresa de serviços que realizará a colheita de uma forma eficiente, reduzindo os custos para os agricultores.

Notícias Recentes

Deixe o seu comentário

Comece a escrever e pressione "Enter" para mostrar os resultados

Governo abre linha de financiamento de 190 M€ para agricultoresA agricultura mundial em 2028: 5 previsões