Irlanda: a produção de carne biológica como estratégia comercial

 In Artigos Técnicos & Comerciais, Pecuária

A produção de carne biológica na Irlanda está regulamentada por uma série de standards que exigem um alto nível de respeito para com o meio ambiente.

A produção irlandesa baseia-se na aplicação de métodos sustentáveis de produção agrícola, na utilização responsável da terra e pela preocupação com o bem estar animal.

Carne saborosa, tenra e sustentável: são estas as características essenciais para uma carne diferenciada e são precisamente estes os três principais pilares que distinguem a carne biológica irlandesa, numa estratégia delineada por aquele país há alguns anos, com o lançamento da Origin Green, e que cada vez mais começa a trazer resultados.

O bem estar animal muito tem contribuído para o reconhecimento da qualidade da carne irlandesa 100% biológica: o gado pasta livremente – num dos países com maiores áreas para pasto da Europa – e os animais estão protegidos por exigentes standards de segurança alimentar e rastreabilidade, com uma dieta baseada na engorda em pasto durante 10 meses do ano, permitindo que a carne biológica irlandesa reúna valores nutricionais de excelência.

Estes são os fatores que fazem a carne de vaca irlandesa ser conhecida pelo seu sabor distinto, cor intensa e uma perfeita distribuição da gordura, tornando esta carne especialmente tenra e saborosa.

Atualmente, na Irlanda, existem 27.000 cabeças de gado bovino biológico e cerca de 1.200 quintas.

Porém, a produção de carne biológica na Irlanda não se limita apenas aos bovinos: existem também 70.000 cabeças de cordeiro biológico num total de 307 rebanhos, sendo também a sua carne reconhecida pelo seu sabor e suculência.

Fonte: Agrodigital.

 

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Manutenção de um Sistema de Rega Gota a GotaDoenças no Mirtilo: a primavera como fator de risco