Sabe o que é uma ZIF?

E quais as suas vantagens?

Sabia que a Zona de Intervenção Florestal, também conhecida por ZIF, pode ajudá-lo a mudar e a melhorar a gestão da sua floresta?

Se tem uma propriedade pequena, (por exemplo, menos de 5000 metros quadrados) sabe que é caro plantar árvores ou cortar o mato. Aliás, por vezes o empreiteiro nem sequer quer ir à sua propriedade fazer os trabalhos porque diz que é muito caro levar para lá as máquinas. Além disso, é difícil negociar com o empreiteiro a redução dos custos.

No entanto, se vários proprietários vizinhos pedirem o mesmo serviço (por exemplo, cortar o mato), para ser feito ao mesmo tempo, será mais fácil negociarem os custos com o empreiteiro. Assim, poderá pagar menos pelo serviço. Também poderá negociar e receber mais pela venda da sua madeira. A ZIF poderá ajudar nestas negociações e facilitar a gestão da sua propriedade florestal.

A ZIF é formada por um grupo de proprietários florestais que se juntam para fazerem a gestão da floresta em conjunto. Para além da negociação de custos e rendimentos, os proprietários que fazem parte da ZIF têm também ajuda de um engenheiro florestal para explicar o que deve ser feito na sua propriedade.

Para isso, todos os trabalhos a fazer nas propriedades, nos próximos 20 anos, estão explicados no Plano de Gestão Florestal (PGF). Para cada ano explica-se o que será feito em cada propriedade. Por exemplo: em 2021 nas propriedades do António e do José serão plantados carvalhos e nas do Manuel, do Joaquim e do Fernando serão cortados eucaliptos.

Ao ter o PGF aprovado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas tem prioridade nos apoios do Estado para a gestão da floresta. Outra vantagem é não ter de pagar o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) das suas propriedades que fazem parte da ZIF.

Para além do PGF, também poderá fazer-se um Plano Específico de Intervenção Florestal (PEIF) para que seja mais fácil saber, durante cinco anos, o que fazer para resolver problemas da sua floresta. Por exemplo, um PEIF para controlar as acácias ou um PEIF para recuperar povoamentos que arderem.

Embora o PGF seja um guia para orientar a gestão da floresta de todos, cada proprietário participa activamente nas decisões da sua propriedade. Se quiser, poderá vender a sua madeira sozinho pois não é obrigatório juntar-se aos outros proprietários para fazê-lo.

Apesar de fazer parte da ZIF, nunca perderá o direito à sua propriedade e poderá vendê-la ou arrendá-la quando quiser.

Aceite o desafio! Associe-se ao seu vizinho para que, juntos, possamos ter as propriedades bem geridas. E assim, para além de criarmos valor e estaremos mais protegidos contra incêncdios florestais.

Artigo por: Marlene Marques.

Imagens: Leon Deniz e Visao.sapo.pt

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Como avaliar um terreno agrícola de forma apropriada